09 agosto 2006

Além do Fim - 8ª parte

[A Persistência da Memória, 1931, Salvador Dalí]
Quando acordou, ele não sabia se havia dormido, quanto tempo havia passado, se havia sonhado, se tudo aquilo não tinha sido fruto um tremendo porre. Por esse motivo, em meio a escuridão, preferiu ficar de olhos fechados, esperando pelo que poderia acontecer-lhe. Lembrou-se de um cão vagabundo, do cheiro de álcool na rua misturado com óleo, de uma mulher sem um dente e de corpo escultural. A dúvida que paira sobre o instante em que se está entre o sonho e o despertar apossou-lhe a mente e ele teve medo.
Foi quando sentiu uma lambida na boca que constatou que tudo aquilo era real. Lá estava o cão no meio do breu a lamber-lhe como se fosse um doce. O que poderia ter sido um sonho, mostrou-se real. Lá estava ele, naquele lugar fétido, olhando a lua que se esgueirava de fresta em fresta, na curiosidade que só a ela é permitida.
Deitado, meio de lado, não se movia e lembrou-se que, no que parecia ser sonho, estava paralizado. Tentou gritar, e se calara. Tentou mexer-se e nada. Pôde sentir a respiração da mulher ali perto. Ao ver o dorso, que na fraca luz do luar parecia uma pintura surrealista que não pertencia àquela tela de abandono, inesperadamente sentiu-se em casa. Acordara-se novamente para o silêncio, mas não lhe cabia divagar sobre o ontem, porque mesmo o passado estava petrificado no tempo e nada mais havia antes da náusea que sentiu deitado no asfalto.

12 comentários:

Kafé Roceiro disse...

Achei muito boa a prosa. Muito bem escrita. Já linkei o contos e encontros lá na roça.
Inté.

Roy disse...

Seu texto me lembra um parecido, postado la em casa ha algum tempo, mas que aqui aborda um lado bastante mais profundo.

super abrax

RF

+ Kazzx + disse...

CAro Silvio:

Te achei aqui, fiquei muito feliz por ser seu leitor:

Aqui temos algumas recomendações:

"A Rua Dos Contos, contos que participam em diversos projetos literários.

Contos & Encontros, crônica, ficção e reflexão.

Contos do Dragão, uma história de fantasia em capitulos.

Naquele dia descobri a grande quantidade de idéias, fantasias, sonhos e loucuras que se tornaram realidade graças aos blogs e pude sentir-me ainda mais contente porque certamente existem ferramentas para encontrá-los."

Do blog do Google....

http://googlebrasilblog.blogspot.com/

Abçs

ex gotas de fel agora disfarçado de palhaço

+ Kazzx + disse...

Caro Silvio,

Eu que tenho que agradecer pois sempre encontro textos excelentes por aqui, apesar deste mundo dos blogs ser um mundo para mim muitas vezes estranho e esquisito, acho que um fato como este, a sua indicação no blog do google não deveria passar despercebida, sem babação de ovo ou elogio fácil vou colocar uma nota disto lá no meu blog, tem tanta porcaria na rede que tem status de literatura, porque não divulgar coisas de qualidade como o seu blog, espero que você aprove, é uma citação sincera e um elogio ao seu trabalho que na minha humilde opinião é muito bom...

Abçs

+ Kazzx + disse...

Silvio,

Coloquei a nota lá no blog, depois dá uma olhada....

Abçs

Santa disse...

Querido

Não sei por quem vou me apaixonar primeiro, se pelo Kazzx, por ter descoberto a notícia da sua indicação no Google ou por você, entre os três melhores blogs de literatura em português. Acompanho (passo a passo) e sei o digo: tanto talento e competência - nos oferece em forma de Conto, uma das mais difíceis formas de arte - escrever.

Beijos, com a mão doendo e emocionada!

Fernando disse...

Parabéns pela indicação o que demonstra que os blogs servem de excelente ferramenta para divulgar a arte!!

Saramar disse...

Parabéns, meu Mestre!
Você é o primeiro para mim.

Beijos

Betinha disse...

Parabéns pela indicação!

Clê disse...

Sílvio, parabéns!!! Mas que família!!!:)))

Anônimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! » » »

Anônimo disse...

Best regards from NY! video editing programs