01 agosto 2006

Além do Fim - 5ª parte



Segunda Dimensão, Salvador Dalí

Ela não podia crer naquilo. Um homem bonito, que apesar de estar com a roupa suja, se via não serem roupas velhas. Como poderia ter chegado àquele ponto? Um bêbado caído na sarjeta, recolhido por uma mendiga que vivia de pequenos furtos com seu cão velho, que só servia para dormir e andar com ela pelas lixeiras. Um homem que não falava, comia bem, cagava bem e não movia nada além dos olhos. Depois daquela sujeira toda, pegou uma camiseta velha de propaganda política que tinha e limpou a merda toda. Pôde ver o homem nu, pois a cueca que lhe tirou já não servia pra mais nada. Viu o corpo inerte, porém bem feito, com um cacete bem grande que lhe deu um arrepio entre as pernas. Porém, daquele outro bêbado caído sobre um monte de pêlos mijados era natural que nada pudesse esperar. Mesmo assim, longe dos olhos dele, aproveitou para pegar-lhe com a mão, apertar-lhe e sentir o peso de suas bolas, coisa que nunca pôde fazer quando dava para homens que lhe dessem o prazer da droga. Limpou-o dentro do possível, derramou da água, esfregou e pensou que talvez esse homem mudo, inerte e bonito pudesse servir para alguma coisa. Antes de sair, escreveu-lhe:


6 comentários:

Roy disse...

Uau... Uau... Uau...

abrax

RF

Dalila Flag disse...

Ai, Sílvio, você é um enigma para mim. Nesta série, que acabei de ler por inteiro, você se mostra e se esconde. Como nas outras, aliás. Quem é você? O escritor das dores do mundo, o conhecedor das angústias alheias. Tão denso em seus contos, mas tão fluido no se mostrar que parece água a escorrer entre meus dedos. Creio que jamais apreenderei a essência de sua alma.
Mas seus textos, excelentes, me provocam uma grande inquietação...
Beijos numa tarde cinzenta e um tanto desprovida de sentido.

José Alberto Mostardinha disse...

Viva Silvio:

Na noite fria
Te vi na rua,
Antes do dia
Eu vou ser tua.

Não está mal pensado.

Um abraço,


PS: Estou á espera dos teus comentários no EG.

Moita disse...

Silvio

Vou parar de lhe elogiar por falta de adjetivos.

O bilhete é genial! fruto de muita criatividade.

Um abraço

José Manuel Dias disse...

Brilhante..criatividade e saber ;-)
Abraço de Portugal.

Anônimo disse...

Where did you find it? Interesting read film editing schools